O ser humano tem de ser ético

João Guilherme e Diego estavam jogando futebol no tablet. Um de cada vez, eles jogavam uma partida contra a máquina. Como JG é o dono do jogo, naturalmente ele joga melhor do que o Diego, que perde com maior frequência.

João passou o aparelho para o Diego, depois de ter ganho a partida dele, e acopmanhava o amigo levar uma surra no jogo – o placar final foi 6×0 para a máquina. Mesmo assim, Diego resolveu tentar evitar o vexame e disse para mim, meio sem graça, que tinha ganho – vai que colava?

Imediatamente, porém, João Guilherme retrucou:

– Não ganhou nada! Alá, você perdeu de 6 a 0!

Nervoso por ter sido desmascarado e envergonhado pelo placar da derrota, Diego tentou manter sua versão. Começou uma discussão:

– Ganhei sim!

– Ganhou nada, perdeu de 6 a 0!

– Eu ganhei!

– Não ganhou! Pai, ele perdeu, foi 6 a 0!

Seguiu-se a choradeira dos dois, um, envergonhado, queria livrar a própria barra, o outro indignado com a conduta do amigo. Resolvi intervir e falei para o João deixar para lá, mas ele não desistia de repetir que o Diego não só tinha perdido, mas estava tentando nos enganar, enquanto o Diego não falava mais nada, só chorava.

– João, eu entendi, eu sei que ele perdeu, mas chega dessa história. Já acabou. Não vamos brigar com o Diego por causa disso!

– Mas pai, ele perdeu…

– Eu sei, filho! Mas agora chega disso.

Só acabou quando separamos os dois. Aí cada um se distraiu com outra coisa, e logo depois estavam juntos brincando de novo, como se nada tivesse acontecido.

Parece que João Guilherme aprendeu a regra de ouro do Osmar, a de que o ser humano tem de ser ético, em qualquer fase da vida.

3 comentários sobre “O ser humano tem de ser ético

  1. Dia desses eu estava assistindo um especial do Jô com Ariano Suassuna e, dentre várias coisas que ele falou, uma ficou gravada na minha cabeça, não sei bem porque… Ele disse assim: a criança, por ser ingênua, é cruel. Vocês ensinam, seja falando, seja dando o exemplo que tem que ser ético e, principalmente, que não pode mentir. E ele segue e como é criança e ingênuo, “cruelmente” destroça o amigo quando o pega mentindo. Fico imaginando a cena, os adultos dando aquela acalmada, o JG indignado, falando sem parar e o menino que por algum motivo aprendeu que dá pra enganar, sofrendo… Mas, a vida é essa, como diz lá em BH: subir Bahia e descer Floresta. O que eu acho é que esse amiguinho do JG se não aprender a ser ético, pode sofrer muito mais na vida…

    Oi, Paula! Quanto tempo! A cena aconteceu exatamente da forma como você imaginou, mas o Diego é do bem, só tentou ver se conseguia livrar a cara da vergonha de ter perdido no jogo (eu mesmo fazia isso quando era criança). Ele também dedura os amigos quando alguém tenta se dar bem, é coisa de criança mesmo.

  2. Que briga,hein?
    tadinho do Diego, 6×0 é ruim,mas ele tinha que ser homem pra assumir a derrota,né?
    Eduardo,seu blog é muito divertido.
    obrigada
    Clara

    Seis a zero é ruim mas ainda é melhor que 7×1, né, Clara? O Diego vai aprender com o tempo. E que bom que você gostou do blog, apareça sempre!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s