Dia 9: não creu neu, se finou-se

Quero ver alguém ter coragem de dizer que apostou na Costa Rica nesta Copa. Duvido que alguém tenha o cinismo de dizer que acreditava que a Costa Rica não só se classificaria para as oitavas de final, mas em primeiro lugar no grupo e com uma rodada de antecedência!

Ninguém acreditava na Costa Rica. Nem eu, que disse que ela faria o saldo de gols do grupo, nem torcedores, nem imprensa, muito menos os adversários tarimbados. Pois a seleção costarriquenha, tal qual Bento Carneiro, o imortal vampiro brasileiro, mostrou que em Copa do Mundo o buraco é muito mais embaixo e que não dá pra subestimar nenhuma seleção.

A Inglaterra, que contava com a vitória italiana para se manter viva na Copa, viu suas chances irem por água abaixo com uma atuação bem ruim da Itália mas, mais do que isso, com uma atuação costarriquenha ainda melhor do que a da estreia contra o Uruguai; os italianos, por sua vez, confiaram na vitória depois de boa estreia contra a Inglaterra, e pareciam não acreditar no que acontecia em campo, porque o um a zero foi pouco diante do domínio imposto pelos centroamericanos e do jogo ruim que fizeram.

Independentemente do que acontecer na próxima fase, a Costa Rica já está fazendo história, não só por ter sobrevivido ao “grupo da morte”, mas por tê-lo vencido dando um banho de bola em equipes que somam seis títulos mundiais, uma das quais dona de uma das principais ligas do mundo e outra com jogadores espalhados nos melhores campeonatos do planeta. E nenhum dos jogadores costarriquenhos joga nas principais ligas do mundo. Por isso que o futebol, e a Copa do Mundo, são o que são.

Outra seleção pouco comentada mas que, aos poucos, vai mostrando suas garras, é a França. Não é nada, não é nada, já é o melhor ataque da Copa, com oito gols, assim como a Holanda, e tem construído suas goleadas com bastante facilidade. A ausência de Ribéry, se foi sentida, não afetou o time, que vem jpgando um bom futebol e pode ir longe nessa Copa – especialmente se não acreditarem muito nela.

Um comentário sobre “Dia 9: não creu neu, se finou-se

  1. Mas não eram sete títulos no grupo? Quatro da Itália, dois do Uruguai e um da Inglaterra.
    PS. Eu também dei a eliminação da Costa Rica como favas contadas. Agora acho que chega nas quartas, pelo menos. Vai jogar amistoso contra a Inglaterra…

    São sete títulos. Eu contei seis porque foram os que a Costa Rica encarou, porque ainda não jogou contra a Inglaterra. Se eu fosse o técnico, armaria o time pra esculachar os ingleses.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s