Estreia nota 7

Levou vinte minutos, mais ou menos, para que a Seleção entendesse que estava disputando a sua partida de estreia na Copa do Mundo, em casa, na frente de sua torcida, diante de um adversário que, se não era nenhuma tranqueira, também não era nenhum timaço. Nessa hora, o jogo já estava um a zero para a Croácia, com um gol contra que, se por um lado aconteceu em um lance de muito azar, por outro foi construído em cima de duas grandes falhas da defesa: a primeira foi a falta de cobertura de Daniel Alves, que deixou uma avenida do lado direito da defesa do Brasil; a segunda foi a falha de cobertura de Thiago Silva e David Luiz, que deixaram a bola passar até que ela acertasse o Marcelo, que nada pode fazer. Salvo engano, foi o primeiro gol contra da Seleção Brasileira em uma Copa do Mundo.

Daniel Alves foi um dos jogadores mais apagados da Seleção, mas não foi só ele: Paulinho não apareceu e Fred não entrou em campo – deve estar se poupando para a sequência do Campeonato Brasileiro. Júlio César também não esteve bem: inseguro, assustava em todas as (poucas) jogadas em que era exigido. Por outro lado, Oscar, contrariando tudo e todos, foi o melhor jogador em campo, e mereceu o gol de bico que fechou a vitória do Brasil, de virada, por 3 a 1. Além dele, David Luiz e, claro, Neymar foram os destaques da partida. E Felipão substituiu bem.

Nâo foi fácil, mas também não foi tão difícil assim. Sejamos francos: a Croácia praticamente não chutou a gol, apesar de ter exercido alguma pressão em determinados momentos do jogo; estava até melhor que o Brasil quando o juiz marcou o pênalti que não aconteceu. Por outro lado, a Seleção, se esteve longe de fazer uma partida brilhante, também não jogou tão mal assim. Era a estreia na Copa, e o meu querido GB gosta de fazer com que as coisas pareçam mais complicadas e dramáticas do que são. E não eram mesmo, basta ver que a Seleção teve não só a maior posse de bola, mas também o maior número de finalizações, de passes certos e escanteios. Então dá pra assumir que dominamos o jogo, embora tenhamos estado longe de dar espetáculo.

O grande pecado do time, para mim, foi a marcação: frouxa e preguiçosa, os jogadores deixavam os coatas fazerem o que queriam. Mais de uma vez ficou claro na partida que era só apertar um pouquinho a marcação que o adversário perdia todas as bolas, mas por algum motivo a Seleção não mordia, não tinha sangue nos olhos, não “agredia” a Croácia. Tivessem jogado assim mais tempo, a vitória seria mais fácil, e por placar maior.

E o pênalti, afinal? Claro que o juizão errou, óbvio que não houve nada, e ainda por cima ele foi muito mal batido. E essa discussão não precisa ir longe demais. Erros de arbitragem vão continuar acontecendo enquanto a International Board não se convencer de empregar a bendita tecnologia no futebol. Na estreia em 2002 também fomos beneficiados com um pênalti no Luisão que não aconteceu, porque a falta foi uns dois metros, pelo menos, fora da área; ainda tivemos aquele gol do Wilmots, da Bélgica, nas oitavas de final daquela mesma Copa, anulado por uma falta inexistente. E outras seleções também já foram beneficiadas inúmeras vezes: o gol de mão do Maradona em 86, as vitórias da Coreia do Sul sobre Espanha e Itália em 2002… apito amigo sim, mas daí a dizer que ganhamos roubado é muito drama.

Foi, enfim, uma estreia nota sete. Fomos bem em alguns aspectos, mal em outros e ainda temos muito o que melhorar se quisermos chegar a algum lugar nessa Copa. Mas acho que ainda temos espaço para evoluir e chegar ao nível em que estivemos na Copa das Confederações, pelo menos. Vamos em frente.

Um comentário sobre “Estreia nota 7

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s